-->
-> INFORMAÇÕES SOBRE DROGAS/Exames toxicológicos

Os exames toxicológicos têm por finalidade detectar indícios de exposição ou consumo de substâncias tóxicas, dentre as drogas psicoativas. Existem dois tipos de testes laboratoriais: os baseados em fluídos corporais (urina, suor, saliva e sangue) e os baseados em amostras de queratina cabelos ou pêlos).

Os que investigam os fluídos corporais possuem uma janela de detecção (período dentro do qual o teste consegue detectar a presença da droga no corpo) muito pequena, sendo de 2 a 3 dias dependendo da droga, com exceção da maconha que pode chegar a 20 dias. Estes testes não permitem avaliar a quantidade de droga consumida e, portanto, são indicados para a detecção de usos recentes, como, por exemplo, após um acidente, ou no monitoramento da abstinência durante o tratamento para Síndrome de Dependência de Substâncias Psicoativas.

Já os exames de amostras de queratina possuem janela de detecção mais longa, podendo chegar a seis meses, e maior precisão, quantificando a droga detectada. São indicados para processos admissionais, por exemplo.

TABELA 1: Utilidade Comparativa da Urina, Saliva, Suor e Cabelo como Matrizes Biológicas para Detecção de Drogas

Matriz Biológica Tempo para detecção da droga Principais vantagens Principais desvantagens Uso primário
Urina 2 – 4 dias Técnica reconhecida; método facilmente disponível; valores de corte estabelecidos Detecta somente uso recente de drogas Detecção de uso recente de drogas
Saliva 12 – 24 horas Fácil obtenção; amostras de fração de droga livre; presença da droga em si Curto período de tempo para a detecção; contaminação por drogas de uso oral; métodos de coleta influenciam pH; detecta somente uso recente; técnica nova Relaciona teste positivo de drogas com prejuízo no desempenho
Suor 1 – 4 semanas Medida cumulativa do uso de drogas Alto potencial para contaminação pelo ambiente (falso positivo); técnica nova. Detecção de uso recente de drogas (dias – semanas)
Cabelo 1 – 6 meses Medida de longo prazo do uso de drogas; amostra semelhante pode ser novamente coletada Alta possibilidade de contaminação pelo ambiente (falso positivo); técnica nova Detecção de uso de drogas de um passado recente
Fonte: Lowinson e col., 1997.

TABELA 2: Extensão do tempo de detecção de diversas drogas por meio do exame de Urina
 
Droga
Extensão de tempo para a detecção na urina
Álcool
7 – 12 horas
Anfetamina
48 horas
Barbitúricos
(encontrados em anticonvulsivantes, soníferos e ansiolíticos*)
24 horas (curta duração)
3 semanas (longa duração)
Benzodiazepínicos
(encontrados em calmantes ou ansiolíticos*)
3 dias (ação prolongada)
Cocaína
6 – 8 horas (metabólitos***, 2 – 4 dias)
Codeína
(opióide**)
48 horas
Heroína
36 – 72 horas
Maconha (THC)
3 dias a 4 semanas (dependendo do uso)
Metadona
(opióide**)
3 dias
Metaqualona
(encontrado em soníferos e ansiolíticos*)
7 dias
Morfina
(opiáceo)
48 – 72 horas
Fenciclidina (PCP)
(anestésico)
8 dias
Propoxifeno
(opióide**)
6 – 48 horas
Fonte: Kaplan e col., 1997.
*Ansiolítico: droga com efeito tranqüilizante.
**Opióide: droga sintética, semelhante às substâncias derivadas do ópio (opiáceos).
***Metabólito: substância derivada da metabolização da droga.

Importante:

Saiba o que diz a Legislação Brasileira sobre a realização de exames toxicológicos