-> Tipos de Drogas/Cocaína


Cocaína


Definição:
A cocaína é uma substância de origem natural, extraída das folhas de uma planta chamada Erythroxylon coca que é encontrada exclusivamente na América do Sul. Esta droga possui uma alta capacidade de estimulação no Sistema Nervoso Central.

Histórico:
Durante o século XIX e o início do século XX, a cocaína era vendida em farmácias como anestésico local e como tônico para dar mais energia. No século XX tornou-se uma substância ilícita, devido aos efeitos danosos causados em seus usuários.
É conhecida como a “planta divina dos Incas” e tem uma história cheia de mistérios e fascínio. As mais antigas folhas de coca, de que temos informações, foram descobertas no sítio arqueológico de Huaca Prieta (2500 – 1800 a.C.), na costa norte do Peru.

Formas de Uso:
A cocaína pode ser consumida sob diversas formas: fumada, injetada, aspirada, ingerida ou aplicada diretamente nas mucosas do corpo humano (via retal e vaginal). Entre essas, a aspiração (pó) e o fumo (crack e merla) são as formas mais utilizadas de consumo.

Dados Estatísticos:
O uso de cocaína no Brasil varia bastante conforme sexo e idade. Sendo os homens os principais usuários da droga. Na população em geral, 2,3% das pessoas entre 12 e 65 anos afirmam terem usado a droga pelo menos uma vez na vida. Entre estudantes de ensino médio e fundamental esta faixa é de 20% para cocaína e 0,7% para o crack. A faixa etária de maior uso da cocaína está entre os 25 e os 34 anos de idade.

Efeitos Agudos:
Ressecamento das narinas, taquicardia, hipertensão, palpitações, inibição do apetite, diminuição da fadiga, aumento da sensação de vitalidade  e sensação de que o pensamento e o raciocínio estão mais rápidos.

Efeitos Crônicos:
Problemas cardíacos, ferimentos das cavidades nasais, perda significativa de peso, desnutrição, fraqueza, cansaço físico, mania de perseguição e alucinações, ansiedade, inquietação psicomotora, mal-estar, invalidez e morte. 



..:Página Principal:..